Critérios de Avaliação

Áudio
Visual
Jogabilidade
Diversão

Compartilhe:

Análises (2)

Avalie o jogo para escrever uma análise


  • Guitar Hero II foi um avanço considerável para a franquia, os problemas de jogabilidade do primeiro jogo já estavam resolvidos (agora não há preocupação alguma em se palhetar notas HOPO), mas ainda haviam outros problemas, a música Trogdor é um exemplo de música quase impossível de se conquistar o 100%, não pela sua dificuldade, mas pela limitação que o jogo coloca na quantidade de notas que podem ser palhetadas por segundo, e isso pode frustrar muito aquele gamer hardcore que busca o 100% em todas as canções do jogo, quanto a trilha, ela é superior a trilha do Guitar Hero 1 em quantidade, e na minha humilde opinião, superior em qualidade também, as músicas aqui são mais variadas, existem músicas bem pesadas, como a "Hangar 18" e "Laid to Rest", e músicas com uma levada bem calma, como a "Jessica" e a progressiva "Carry On Wayward Son", capaz de agradar a todos os gostos mesmo se tratando de um título com um apelo na guitarra e no Rock And Roll. A diversão é garantida com esse título, que proporciona mais desafios que o primeiro, Misirlou, Trogdor, Hangar 18, e outras, podem te fazer gastar algumas boas horas de sua vida para serem concluídas, porém é um jogo que pede o uso da guitarra, Misirlou tem uma dificuldade muito elevada no DualShock, e precisa ser superada para chegar ao fim da campanha, leve isso em consideração ao adquirir o título.

  • Foto de Thales Rodrigues Thales Rodrigues
    no
    PS2
    há 5 anos

    Ahh, tantas boas lembranças que eu fiz com esse jogo. Eu amei aquelas animações, o setlist e o modo de carreira. Foi um jogo revolucionário (e Guitar Hero 1, é claro), e eu ainda sou viciado na franquia Guitar Hero, especialmente nesse jogo. Este é um jogo que nunca vou esquecer.

Discussões

Seja o primeiro a criar uma discussão

Entre no nosso servidor do Discord